DOIS

todo amor não é uma espécie de comparação?


Este é um trecho fundamental do vídeo que dominava a instalação "Retrovão | Rethunder".  Poeticamente traz os contrastes e as metáforas de uma vereda: o ponto de confluência entre tudo que vive, tudo o que mata, tudo o que se move vivo ou morto. Riobaldo observa. E matuta.


︎


























Trilha original: Broken Spindles











︎ contato   

site desenvolvido por rogério velloso /  calma.art.br    
©roger+calma 2018  /  plataforma Cargo2