o céu de ulisses | ulisses' sky

> INICIO
“_ Introibo ad altare Dei.” || “_ Entrarei no altar de Deus”




Ríspido noturno
a sensação talvez fosse essa mesmo: um oco disforme abaixo da lâmina fria da água. Fiquei assim no mar. Para cima, o rosto, olhos fechados, narinas arregaladas sugando o ar frio daquela noite. O corpo boiando solto. Uma onda, uma oscilação, depois quietude. Abaixo, água cálida - eu era todo poros salgados ainda muito longe do oriente. Mais alguns centímetros, areia.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

As imagens deste ensaio originalmente são detalhes de um gigantesco backlight em um teto que criei como um espaço expositivo para as esculturas de Ulisses Pereira, genial escultor do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais, morto em dezembro de 2006. Fazia parte da mostra "Vale: Vozes e Visões" que ocupou inteiramente o Palácio das Artes em Belo Horizonte naquele ano, numa realização da Secretaria de Estado da Cultura, então sob o comando de Eleonora Santa Rosa. A curadoria, museografia e direção de arte é de Adriana Franca.



︎ contato   

site desenvolvido por rogério velloso /  calma.art.br    
©roger+calma 2018  /  plataforma Cargo2