_hello!



︎









︎
Esse aí sou eu.

E até por os pés neste set de filmagem, foram muitas voltas: fiz física (ok, deixei para trás depois de 4 anos tropeçando na termodinâmica, apesar de pirar com a história do espaçotempo), flertei com a filosofia, toquei em muito botequim e em casas de jazz/rock com duas bandas moderninhas enquanto experimentava o ballet contemporâneo a la Martha Graham; me formei em comunicação, fui ator (meu primeiro DRT), capotei e explodi um fusca, deixei por isso de ir prá Cuba - mas fui ver o muro caído em Berlim -, (te contei que nasci em Brasília mas me considero um mineiro de adoção?); fui diretor artístico de rede de TV; desenvolvi projetos de cooperação com TV’s alemãs (na época achei inacreditável, mas meu nome estava lá entre os 10 diretores escolhidos e credenciados no Brasil pelo Goethe Institut); coordenei (com + 5 malucos) as três edições de uma bienal internacional de imagem eletrônica. Enveredei pela videoarte: com ela dei os meus primeiros rolês mundo afora, conquistei alguns prêmios (um deles na Alemanha: Die 50 Besten Videokunst Preis pelo Zentrum für Kunst und Medientechnologie Karlsruhe e outro no Japão: "Work of Special Distinction" :). Hoje sei que esse background artístico mais parecido com um liquidificador veio de uma vontade incontrolável de descobrir formas de contar histórias... Ao juntar isso com um approach e um fascínio que trouxe do teatro na condução de atores (e o inevitável senso de responsabilidade de alguém que é capricórnio com ascendente em capricórnio), fui dirigir filmes publicitários para agências como EnergyBBDO Chicago, Select NY, Grey Buenos Aires, Publicis, BBDO Mexico, Ogilvy, Leo Burnett, Soho Square, DM9DDB, JWT, W/McCann, criando para marcas como Wella, Nestlé, Garnier, Avon, Always, Procter&Gamble, Cadbury’s, Gillette, TIM, Philips, Vivo, Sanofi, ... e em 2011 veio o primeiro El Ojo de Iberoamerica. Meu longa metragem, o documentário “Daquele Instante em Diante” já circulou nos cinemas no Brasil (e em algumas telas da Europa), foi o filme de abertura do INDIE Festival’11 e levou as 04 estrelas da Folha de São Paulo. Em 2017 criei e dirigi o show/turnê de Nando Reis, o Jardim-Pomar, para comemorar o lançamento deste disco, prêmio Grammy Latino. Ainda está na estrada. Em 2018, mergulhei durante 03 meses com a TV1 Experience criando e fazendo a direção artística do POBJ Bradesco, talvez o maior evento corporativo da América Latina. Hoje estou aberto a projetos tanto publicitários quanto de conteúdo, seja filme, multiplataforma, live experiences ou projetos cênicos. Atuo também como diretor criativo/executivo em projetos coletivos.


+
prêmios

Die 50 Besten Videokunst Preis - Zentrum für Kunst und Medientechnologie, Karlsruhe, Alemanha
Work of Special Distinction - Tokyo International Video Festival
Concorrência FIAT
Medalha da Inconfidência
El Ojo de Iberoamerica 2012
3 X Profissionais do Ano - Rede Globo de Televisão
n X Colunistas

+
festivais

Danish Film+Video Workshop Festival, Copenhagen, Dinamarca (artista convidado)
Intermidia (artista convidado)
Videonale Berlin / MedienOperative
Videobrasil
Festival Clermont Ferrand, França (curador convidado)
3o. Studio Internacional de Tecnologias de Imagem
Australian International Video Festival (Sidney, Austrália) (curador convidado)

+
ForumBHZvideo (um dos coordenadores de 1991 a 1996)
correspondências e itinerâncias:
MedienOperative Berlin
Centre Internationale de Création Vidéo CICV (Montbeliard, França)
Eletronic Arts Intermix (Nova York, EUA)
Danish FIlm+Video Workshop Institute (Copenhagen, Dinamarca)


Principais trabalhos autorais:
O Poço / 1989 / 40ʼ / video analógico / ficção experimental
O Sonho e o Escravo / 1992 / 10ʼ / vídeo analógico / experimental / instalação
Notícias da Terra / 1993 / 15ʼ / vídeo analógico / documentário
Cidade / 1994 / 15ʼ / vídeo analógico / experimental
Objeto Urbano / 1994 / 30ʼ / vídeo analógico / documentário
Trans- / 1994 / video-instalação no Museu de Arte da Pampulha (Belo Horizonte)
Retrovão | Rethunder / 2006 / 23ʼ / digital / experimental / instalação multicanal / Grande Galeria do Palácio das Artes (Belo Horizonte)
Víbora-mantra / 2006 / 1'23" / digital / videolooping / instalação / Grande Galeria do Palácio das Artes (Belo Horizonte)
Daquele Instante em Diante / 2011 / 110’/ digital / documentário longa metragem
#7dance / 2012 / 8’/ digital / experimental / performance
ШИНЕЛЬ / 2015 / criação de imagens cênicas e projeções para o espetáculo teatral "O Capote", adaptação de Dráuzio Varella, direção Yara de Novaes, com Rodolfo Vaz, Rodrigo Fregnan, Marcelo Villas Boas, Sara Assis / Centro Cultural Banco do Brasil (turnê nacional: SAO, BHZ, BSB, RIO)
Jardim-Pomar / 2017 / criação e direção do show e da turnê de Nando Reis

Principais produtoras:
A Nuvem de Calças / sócio-diretor (1989 a 1998) / Belo Horizonte
Quem?Eu. Cinema Digital / diretor associado (2000-2001) / São Paulo
Dueto Filmes / diretor de filmes (2002 a 2003) / São Paulo
Movieart / diretor associado (2003 a 2013) / São Paulo
Dínamo / diretor associado (2014 a 2015) / São Paulo
Dogs Can Fly / diretor criativo (2015 a 2016) / São Paulo
Calma Hub Criativo / sócio e diretor criativo (2016 a ...) / São Paulo


[︎Entre em contato / Get in touch]











































︎ contato   

site desenvolvido por rogério velloso /  calma.art.br    
©roger+calma 2018  /  plataforma Cargo2